Lincoln e Marcelo lançam nova música “Amor e Café” com participação de Israel e Rodolffo

A música de Lincoln e Marcelo “Amor e Café” faz parte do DVD Festival Blognejo, gravado na Santafé Hall, em Goiânia – Go. Assista o vídeo aqui no Sertanejo Online!

A dupla paulistana Lincoln e Marcelo estão lançando a sua nova música “Amor e Café”, que contou com a participação especial da dupla Israel e RodolffoLincoln e Marcelo “Amor e Café” faz parte do DVD Festival Blognejo, gravado em outubro do ano passado, na Santafé Hall, em Goiânia – GO. O projeto foi idealizado pelo entusiasta da música sertaneja, Marcão, que também assina a produção executiva de todo o projeto, ao lado de Francis Barros.

“Estamos muito ansiosos para levar nossas músicas para a estrada e sentir toda energia do povo que tanto amamos, acreditamos que esse é um momento único e especial  para nós e queremos aproveitar para conquistar mais fãs e entreter todo mundo com muito sertanejo bom”, contou Lincoln.

Lincoln e Marcelo “Amor e Café” traz a assinatura do compositor Jimmy Luzzo. Com a ótima interpretação das duplas, a bela letra, e a produção musical de Thyeres Marques, o resultado não podia ser diferente do que podemos ouvir.

Para ouvir Lincoln e Marcelo “Amor e Café” seguir e conhecer mais a dupla, acesse o site www.lincolnemarcelo.com.br.

Ouvir Lincoln e Marcelo “Amor e Café” no Spotify.

Assistir: Lincoln e Marcelo “Amor e Café”

Letra: Lincoln e Marcelo “Amor e Café”

(Jimmy Luzzo)

Acho que vou parar,
Oh meu benzinho, deu, o que é que foi, o que é que há
Não vou deixar rolar, já me quebrei me refiz só pra você olhar pra mim.
Juro, tentei mudar, até beber bebi, mudei meu jeito de vestir
Não me reconheci, o meu cabelo baguncei fui pra balada até dancei

Tatuei a frase no meu coração, parei parei
Fui bater as asas com outra paixão , amei amei

Meu gosto, Deus pôs em meu peito um sentimento novo ,
Me apaixonei noutra mulher
Você não chega nem aos pés,
Êta doçura de mulher que também gosta de café, pois é
Meu gosto, eu no meu mundinho e ela em meu cafofo,
O mundo girou, disse meu bem, aquele bobo do sertão, tipo carente sem noção que gosta de declaração, serenata e violão.

Avaliar postagem